Quinta-feira - Manaus - 23 de mai de 2019 - 07:48

MANAUS-AM

Um ano após fuga em massa em Manaus, 14 continuam foragidos

Três deles, segundo investigações da Polícia Civil (PC), são envolvidos com o tráfico de drogas e responsáveis por ao menos 180 assassinatos praticados em Manaus antes e depois da fuga

REDAÇÃO TODA HORA

Publicado em 13 de mai - 10:09

À época, uma sindicância foi instaurada para investigar se houve facilitação aos detentos, mas o resultado nunca foi divulgado pela Seap

Fotos: SSP

Carla Albuquerque - Da Redação

Um ano após a fuga de 35 detentos do Centro de Detenção Provisório Masculino 2 (CDPM), a maioria envolvida com a facção Comando Vermelho (CV), 14 seguem foragidos e procurados pela polícia. Entre os fugitivos estão Kaio Wuellington dos Santos, o ‘Mano Kaio’, Alexasandro Oliveira dos Santos, o ‘Sandrinho’, e Jhonson Alves Barbosa. O trio, segundo investigações da Polícia Civil (PC), é envolvido com o tráfico de drogas e ao menos 180 assassinatos praticados em Manaus antes e depois da fuga.

Os 35 fugiram no dia 12 de maio, após terem escavado um túnel na cela 5 do CDPM2. Logo depois da fuga, a Secretária de Estado de Administração Penitenciária (Seap) afastou a diretoria da unidade. À época, uma sindicância foi instaurada para investigar se houve facilitação aos detentos, mas o resultado nunca foi divulgado pela Seap.

De acordo com a Seap, dos 35 que conseguiram escapar, 20 foram recapturados, um foi morto e os demais 14 seguem soltos. Alguns deles são bastante conhecidos, como Sandrinho, por exemplo, que segundo a PC, é protagonista de uma disputa do comando do tráfico na zona Oeste de Manaus - somente ele é suspeito de ao menos 40 homicídios.

Ainda conforme informações da polícia, entre os meses de junho e julho do ano passado foram registrados em Manaus, cerca de 180 homicídios. As mortes segundo as investigações eram coordenadas por quatro dos 34 fugitivos do CDPM2. Esses crimes, segundo apurado pela Polícia Civil, foram protagonizadas por Mano Kaio, Sandrinho, Jhonson e Alexandre Alves da Silva, 23 anos, o "Cagão, que foi recapturado ainda em 2018.

Outro fugitivo que tem ordenado uma série de mortes na cidade, principalmente, na zona Oeste da cidade, é Adalberto Salomão Guedes da Silva, o ‘Salomão’. De acordo com a polícia, ele domina o tráfico de drogas, na área do São Raimundo.

Detentos que ainda faltam ser recapturados

Além de Sandrinho, Mano Kaio, Jhonson e Salomão, também a polícia segue à procura de Cristiano Castro da Silva, Enderson Fonseca de Brito, o ‘Buiu’, Ewerton de Souza Cruz, Geremias Ribeiro da Silva, o ‘Gere’, Igor Fernando da Silva Ribeiro, Izaque Francisco de Santana Neto, Moisés da Silva Lira,Pedro Ramos de Carvalho Neto, Roney Marinho Machado, o ‘Toney’, e Wellington Pereira Marques