Terça-feira - Manaus - 12 de novembro de 2019 - 13:03

DIVERSÃO

Tacacá na Bossa apresenta show de lançamento do documentário “A Poética dos Beiradões”

O evento contará com músicos da Alaídenegão e nomes do movimento ‘beiradão’ como Chico Caju, Eliberto Barroncas, Betinho da Guitarra e Lico Magalhães

REDAÇÃO TODA HORA

Publicado em 5 de novembro - 10:19

 Será apresentado clássicos como “Saudade do Meu Interior”, “Pare um Pouco Aí” e “Pegando Fogo”.

Divulgação

O ritmo de beiradão dará o tom do Tacacá na Bossa desta quarta-feira, 6/11, a partir das 19h, com uma banda especialmente criada para o lançamento do documentário “A Poética dos Beiradões”, projeto contemplado no Edital Natura Musical 2018 e produzido pela Cauxi Produtora Cultural. O show contará com músicos da banda Alaídenegão e nomes do movimento que dominou as festas amazonenses nos anos 80, como Chico Caju, Eliberto Barroncas, Betinho da Guitarra e Lico Magalhães. A apresentação será gratuita. 

“O repertório está muito bom e faz um resgate do beiradão, que estava esquecido”, afirma o saxofonista Chico Caju, que, durante uma hora e meia, apresentará clássicos como “Saudade do Meu Interior”, “Pare um Pouco Aí” e “Pegando Fogo”.

Ainda no setlist da noite estão confirmadas “Xangô” e “Enxuga o Rato”, do Magalhães da Guitarra; e “Chamego das Mulheres”, do Oseas da Guitarra. “Estou muito feliz de participar do projeto em que represento as músicas do meu pai, Magalhães da Guitarra; com a Alaídenegão, que traz o resgate desse estilo musical que é do nosso povo”, destaca Lico Magalhães. 

Para o músico Eliberto Barroncas, que também participa como personagem do documentário, neste show, o público terá acesso a música produzida no interior.

“É uma grande oportunidade principalmente para os músicos que ainda estão em processo de aprendizado no Claudio Santoro, na UEA (Universidade do Estado do Amazonas) e na Ufam (Universidade Federal do Amazonas), para que eles tenham um contato mais de perto com o que é produzido no interior do Estado, que são músicas de altíssima qualidade de mestres como Chico Caju”, comenta Barroncas.

Produção

Produtor do documentário, vocalista e guitarrista da Alaídenegão, Davi Escobar conta que o show de lançamento é o grande evento do grupo, que alcança o ponto mais importante da pesquisa musical. 

“A interação com as pessoas que criaram e deram sequência ao movimento é algo nos molda nos dias de hoje. O beiradão é muito forte na música da banda, no dia a dia do amazonense, e nós queremos trazer esse ritmo a tona novamente, fazer com que ele volte a tocar nas grandes festas e se torne um ritmo popular”, ressalta o cantor. 

“Queremos abrir espaço para esses mestres que, de uma certa forma, estão esquecidos, tentando fazer desse projeto uma forma deles continuarem fazendo essa música e levar para todo Brasil”.  

“A poética dos Beiradões” aborda a produção fonográfica de compositores amazonenses como Teixeira de Manaus, Magalhães da Guitarra, André Amazonas, Oseas da Guitarra e Chico Caju que, na década de 80, ambientados ao longo das beiradas dos rios amazônicos, instituíram um fazer musical em experimentações e trocas de saberes culturais.

Após o lançamento, “A poética dos Beiradões” será disponibilizado no canal da Cauxi Produções no YouTube (www.youtube.com/user/cauxiproducoes) e demais plataformas gratuitas.