Sexta-feira - Manaus - 30 de outubro de 2020 - 23:35

MANAUS-AM

Suspeito de praticar arrastão leva tiro na cabeça após confronto com a PM

O tiroteio ocorreu logo após o suspeito e outro homem terem sido flagrados praticando roubos em uma parada de ônibus

CARLA ALBUQUERQUE

Publicado em 16 de setembro - 10:36

Ele foi baleado na cabeça. Durante o confronto, um policial militar acabou ferido com um tiro de raspão na perna

Foto: Divulgação

Um homem, ainda não identificado, foi baleado na cabeça após ter entrado em confronto com policiais da 6ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) na manhã desta quarta-feira, no Conjunto Oswaldo Frota, Cidade Nova, zona Norte de Manaus. De acordo com o tenente Leandro Tavares, o tiroteio ocorreu logo após o suspeito e outro homem terem sido flagrados praticando roubos em uma parada de ônibus. Durante o confronto, um policial militar foi ferido de raspão na perna. 

O tenente da 6ª Cicom informou que os policiais foram acionados ao receberem informações de que uma dupla estava praticando arrastão pelo Conjunto. Durante patrulhamento, uma equipa da Polícia Militar (PM) conseguiu flagrar o momento em que os suspeitos haviam rendido um grupo de pessoas que estava no ponto de ônibus. 

“Esses meliantes agiram com uma certa agressividade, inclusive, chegaram a agredir uma das vítimas, que está grávida”, informou o tenente. 

Ao terem notado a presença dos policias, um dos suspeitos passou a atirar contra a polícia. A equipe revidou aos tiros e conseguiu atingir um dos suspeitos. Ele foi baleado na cabeça. Durante o confronto, um policial militar acabou ferido com um tiro de raspão na perna. O outro criminoso conseguiu escapar. 

Com o homem baleado, os policiais apreenderam uma arma de brinquedo e três celulares das vítimas. O policial ferido e a grávida foram socorridos e encaminhados ao Serviço de Pronto Atendimento (SPA) do Galileia e o suspeito foi socorrido por uma ambulância do Serviço Móvel de Urgência (Samu) e encaminhado a uma unidade de saúde. 

O caso, de acordo com o tenente Leandro Tavares foi encaminhado ao 6º Distrito Integrado de Polícia (DIP).