Quarta-feira - Manaus - 25 de novembro de 2020 - 09:27

MUNDO

Príncipe William celebra que BBC investigue entrevista controversa de Lady Di

Vista por 22,8 milhões de britânicos, a entrevista de Lady Di ao renomado programa Panorama da BBC, revelou a vida íntima da família real. 

REDAÇÃO TODA HORA

Publicado em 20 de novembro - 08:39

A princesa, que morreu dois anos depois em um acidente de carro em Paris, explicou no programa que em seu casamento havia "três pessoas".

Foto: PATRICK RIVIERE / AFP

O príncipe William recebeu com satisfação o início de uma investigação sobre como um jornalista da BBC, acusado de falsificar documentos, obteve a impactante entrevista de 1995 com sua mãe, a princesa Diana, na qual ela relatou a ruptura de seu casamento.

Vista por 22,8 milhões de britânicos, a entrevista de Lady Di ao renomado programa Panorama da BBC, revelou a vida íntima da família real. Ela e o príncipe de Gales, Charles, estavam separados desde 1992 e se divorciaram em 1996.

Vinte e cinco anos depois, o irmão da princesa, o conde Charles Spencer, acusou seu autor, o jornalista Martin Bashir, de ter falsificado documentos para obtê-la. Com essa acusação, a BBC anunciou na quarta-feira ter designado O ex-juiz do Supremo Tribunal John Dyson para realizar uma investigação externa.

"Esta investigação independente é um passo na direção certa", afirmou o príncipe William, segundo na linha de sucessão ao trono britânico, em um comunicado divulgado pelo Palácio de Kensington na noite de quarta-feira (18).

"Deve ajudar a estabelecer a verdade, após as ações que levaram à entrevista do Panorama e às decisões tomadas por quem estava na BBC nesse momento", acrescentou. 

A princesa, que morreu dois anos depois em um acidente de carro em Paris, explicou no programa que em seu casamento havia "três pessoas", referindo-se à relação do príncipe Charles com Camila Parker Bowles. E admitiu ela mesma ter tido uma aventura.

O conde Spencer afirma que, para obter essa chocante exclusiva, Bashir lhe mostrou extratos bancários - que se revelaram falsos - para provar que os serviços de segurança pagaram duas pessoas para espionar sua irmã.

"Se não tivesse visto essas declarações, nunca teria apresentado Bashir à minha irmã", escreveu em uma carta à BBC.  

A investigação analisará a conduta de Bashir, a quem esta entrevista impulsionou internacionalmente, e examinará os "supostos registros bancários".

Também estudará de perto se a BBC estava ciente de suas ações e se o protegeu conscientemente. 

O príncipe Charles, herdeiro da coroa, casou-se com Camila em uma discreta cerimônia civil em 2005.

FONTE: AFP