Sexta-feira - Manaus - 4 de dezembro de 2020 - 01:17

MANAUS-AM

Polícia Federal vai usar drones para fiscalizar crimes eleitorais em cidades no AM

O uso de drones foi adotado para prevenção e repressão de crimes eleitorais, além de flagrar a prática de condutas vedadas como boca de urna, transporte irregular de eleitores, compra de votos, entre outros crimes. 

REDAÇÃO TODA HORA

Publicado em 27 de outubro - 14:40

A tecnologia é capaz de identificar por meio de imagens suspeitos de crimes eleitorais.

Foto: Divulgação

A Polícia Federal no Amazonas (PF/AM) confirmou que vai usar drones para fiscalizar crimes eleitorais nas eleições municipais deste ano. A tecnologia estará disponível para todo o Brasil, com 100 aeronaves pilotadas remotamente. No Amazonas, a PF informou que alguns municípios do Estado, além da capital, serão fiscalizados. Por motivo de estratégia o nome das cidades não foi divulgado. 

O uso de drones foi adotado para prevenção e repressão de crimes eleitorais, além de flagrar a prática de condutas vedadas como boca de urna, transporte irregular de eleitores, compra de votos, entre outros crimes. A atuação ocorrerá nos principais colégios eleitorais dos municípios, informou o delegado Fábio Pessoa, da PF no Amazonas.
 
Em coletiva à imprensa, na manhã desta terça-feira, 27/10, foram demonstrados os drones que devem atuar na capital, com tecnologia capaz de identificar por meio de imagens suspeitos de crimes eleitorais.
 
“Antes do dia da eleição e no dia da eleição, principalmente, vamos utilizar essa ferramenta, fiscalizando aqueles colégios eleitorais que tem o maior número de eleitores para coibir a prática desse crime. Se tratando de denúncia, a gente também poderá alocar uma equipe com capacidade para fazer essa tomada de imagens, para fiscalizar e averiguar se aquela conduta denunciada de fato procede”, informou o delegado.
 
Constatada a prática de crime, o suspeito será encaminhado à Polícia Federal para os procedimentos cabíveis, inclusive, lavratura de eventual auto de prisão em flagrante.
 
Tecnologia

Segundo a PF, os drones possuem câmeras capazes de realizar zoom suficiente para identificar suspeitos, placas de veículos, entregas de santinhos e situações de compra de votos, com imagens de alta nitidez.

As imagens capturadas serão transmitidas a uma equipe da PF que estará preparada para monitorar as eleições em todo território nacional, determinando a adoção as medidas cabíveis diante de atividades suspeitas, informou o órgão.
 
Votação

O primeiro turno das eleições municipais será no dia 15 de novembro. O segundo turno, onde houver, em 29 de novembro. O horário de votação será sempre das 7h às 17h, no horário local.