Domingo - Manaus - 18 de agosto de 2019 - 23:48

MANAUS-AM

Operação 'Cidade das Trevas' prende milicianos na zona Norte de Manaus

Ação está ocorre nas comunidades Cidade das Luzes, no Tarumã, zona oeste, e Buritizal, no Nova Cidade

REDAÇÃO TODA HORA

Publicado em 14 de mai - 07:26

A Operação Cidade das Trevas é fruto de investigação do Departamento de Repressão ao Crime Organizado (DRCO), da Polícia Civil

Foto: Divulgação

Sete pessoas envolvidas em uma milícia sediada na invasão Cidade das Luzes, no Tarumã, foram presas, nesta terça-feira, 14/5, durante operação ‘Cidade das Trevas’, deflagrada nas zonas norte e oeste de Manaus pela Secretaria de Segurança Pública. De acordo com o delegado-geral da Polícia Civil, Lázaro Ramos, os presos alugavam terrenos e chegavam a obrigar moradores a vender drogas, além disso, a polícia investiga o envolvimento dos suspeitos em crimes de homicídios e manutenção de um cemitério clandestino.  

Os nomes dos presos ainda não foram divulgados pela  polícia. Mas de acordo com o delgado-geral, investigações buscam identificar a participação de ex-policiais no grupo de miliciano, que além de atuar na invasão Cidade das Luzes, também atuava na invasão Burutizal, no Nova Cidade, que ficou conhecida, como local da morte do policial militar Cabo Portilho.

Lázaro Ramos explicou que os milicianos ocupavam os terrenos e alugavam essas terras. De acordo com ele, quando o locatário deixava de pagar os valores, eram expulsos pelos milicianos. “Quando não expulsam, eles ameaçam de morte. Eles também obrigam a pessoa a participar do tráfico de drogas. Eles tem um grupo de fazer ameaça e matar.

Todas as prisões são resultados de investigações realizadas pelo Departamento de Repressão ao Crime Organizado (DRCO) que começou a partir de denúncias feitas pelo próprios moradores das invasões. De acordo com o delegado, uma dessas delações indicam que os milicianos possuem um cemitério clandestino no área.

“Nós estamos investigando e vamos chegar a esses locais com a ajuda, também, da população, do 181 (disk denúncia) e também das nossas investigações”, afirmou Ramos.

 A operação

A operação integrada entre a Polícia Civil e Militar envolve o Corpo de Bombeiros, o Departamento de Polícia Técnico-Científica (DPTC) e o Departamento Estadual de Trânsito (Detran-AM), que vai montar barreiras para contenção de possíveis fugas e fiscalização de veículos. Cerca de 600 servidores estão participando da operação.

A Operação Cidade das Trevas é fruto de investigação do Departamento de Repressão ao Crime Organizado (DRCO), da Polícia Civil, iniciada em janeiro deste ano. O secretário de segurança, Louismar Bonates, pede que se a população tiver informações que possam levar a prisão de infratores da área entrar em contato com o disque denúncia 181.