Sexta-feira - Manaus - 18 de setembro de 2020 - 06:09

MANAUS-AM
ESPECIAL PUBLICITÁRIO

Para passear na Ponta Negra, leve bom senso e preocupação

A orientação é de que os banhistas respeitem limites e evitem aglomerações

REDAÇÃO TODA HORA

Publicado em 9 de agosto - 18:34

Um dos espaços de lazer e turismo mais movimentado da cidade, o Complexo Turístico Ponta Negra, na zona Oeste, tem despertado a atenção das autoridades municipais em virtude da grande movimentação de público sem os cuidados necessários para o combate ao novo coronavírus. Neste momento, em que a Prefeitura de Manaus reforça a necessidade de manutenção das ações preventivas, a orientação é de que a população que for ao complexo evite aglomerações no espaço, mantendo o distanciamento social e fazendo também uso de máscaras.

O Complexo Turístico Ponta Negra é administrado pela Prefeitura de Manaus, por meio do Instituto Municipal de Planejamento Urbano (Implurb). Seu espaço, formado por um calçadão com pedras portuguesas, quadras esportivas, pista de skate, quiosques e restaurantes, além dos mirantes com vista para o rio Negro, entre outras áreas, é grande atrativo de público, oriundo de todas as partes da cidade.

E, visando manter a organização e segurança da população no espaço após sua reabertura durante a pandemia, a comissão que atua na gestão do Complexo Turístico tem feito constantes fiscalizações nos quiosques e comércios instalados, que também operam com as devidas recomendações, com permissionários e trabalhadores mantendo, constantemente, a higienização das mãos, com lavagem ou uso do álcool gel, além do uso de máscaras e do controle no distanciamento dos clientes na hora das compras. 

Os permissionários também foram orientados a fazer uso de luvas descartáveis em seus restaurantes e estruturas, assim como a manter a constante higienização dos seus espaços. Em relação às filas para compra de produtos, os mesmos devem atentar para o distanciamento de, no mínimo, 1 metro entre os clientes.

Na área da praia, a estrutura de atendimento a frequentadores com os guarda-sóis, é montada respeitando o distanciamento de, pelo menos, dois metros entre os jogos de mesas. A orientação é de que os banhistas respeitem esse limite e evitem aglomerações. Equipes da Secretaria Municipal de Limpeza Urbana (Semulsp) também reforçam a higiene do calçadão e da praia perene.

As orientações da Prefeitura de Manaus visam evitar que o complexo seja ponto de disseminação do novo coronavírus. Por isso, é necessário que a população também faça a sua parte. 

Multa

Na quinta-feira, 30/7, quando a capital amazonense ultrapassou a marca de 2 mil mortes oficiais em decorrência da doença, a Prefeitura de Manaus publicou no Diário Oficial do Município (DOM) a Lei n° 2643, de autoria do Legislativo, que torna obrigatório o uso de máscaras de proteção nos espaços públicos e privados do município de Manaus, destacando que quem desrespeitar a lei será multado no valor de uma Unidade Fiscal do Município (UFM), o equivalente a R$ 108,95. A lei tem validade enquanto durar a pandemia em Manaus. Além disso, quatro decretos municipais foram prorrogados como medida de prevenção à Covid-19.