Domingo - Manaus - 31 de mai de 2020 - 08:17

MANAUS-AM

Março registra queda nos índices de criminalidade em Manaus

O Sistema Integrado de Segurança Pública (Sisp) registrou queda no índice de criminalidade em seis, dos sete crimes monitorados mensalmente pela Secretaria de Segurança.

CARLA ALBUQUERQUE

Publicado em 30 de março - 16:00

Mês de março foi relativamente mais ‘tranquilo’ em Manaus, em virtude da propagação de coronavírus. 

Foto: Divulgação

O Sistema Integrado de Segurança Pública (Sisp) registrou em março queda no índice de criminalidade em seis, dos sete crimes monitorados mensalmente pela Secretaria de Segurança. Coincidentemente, essa redução foi registrada no mesmo período em que o Estado passou a conviver com a pandemia de coronavírus. De acordo com a Fundação de Vigilância em Saúde (FVS), até esta segunda-feira, 30/3, o Amazonas registrou 151 casos da Covid19 e uma morte.

Em janeiro, o Sisp registrou os maiores índices de criminalidade dos últimos cinco anos. Em fevereiro, houve diminuição no número de casos de crimes como homicídio e latrocínio, por exemplo. No entanto, os dados do Sistema Governamental, catalogados entre os dias 1º e 25 de março, mostraram uma queda ainda significativa no número de registros em seis, dos sete crimes monitorados. 

De acordo com os dados do Sisp, aos quais o Toda Hora teve acesso, entre as reduções mais expressivas estão as dos crimes de homicídio, no qual houve queda de 34%. Em fevereiro, a Secretaria de Segurança registrou 61 mortes. Em março, até o dia 25, foram 40 casos. 

Outro crime que apresentou grande redução foi o de tentativa de homicídio, com queda de 33% no número de registros. Além deles, os casos de roubo e furto baixaram em cerca de 22% e 25%, respectivamente. Já os crimes de lesão corporal diminuíram 18% e os de estupro 7%. O único crime que teve leve aumento foi o de latrocínio com três casos. Em fevereiro foram 2 roubos seguidos de morte.

Quando os dados são comparados com o ano de 2019, também há redução. Em março de 2019 aconteceram 47 homicídios. Se comparado a este ano, a diminuição foi de  15%; as tentativas de homicídio foram 10, mesmo número deste ano; latrocínios também empataram, com três registros; as lesões corporais tiveram redução de 7%, de 275 para 257; a baixa de estupros foi de 13%, de 45 para 39; roubos caíram em 8% e furtos diminuíram em 10%.

Cronologia

A partir do primeiro registro da Covd19, no dia 13 de março, o Governo do Amazonas tomou uma série de medidas na tentativa de impedir a propagação do vírus, como o fechamento de locais público, cancelamento de eventos e até bloqueio das rodovias. Isso, consequentemente, provocou a queda no número de pessoas nas ruas da cidade.

Logo na sequência, por meio das redes sociais, a facção Comando Vermelho (CV), que atualmente tem o domínio do tráfico no Estado, também emitiu toque de recolher aos seus faccionados. Um vídeo mostra dois homens sendo agredidos com palmatórias, após terem descumprido a ordem. Durante a conversa, os agressores falam que os dois serão punidos com 10 ´bolos´ nas mãos por terem saído de casa. “Descumpriram a ordem para ficar dentro de casa. Pessoal, aqui da Laço do Amor", afirma um membro da facção antes da tortura começar.