Quinta-feira - Manaus - 29 de outubro de 2020 - 06:20

MANAUS-AM

Denunciado por assédio, médico veterinário é preso escondido dentro de igreja evangélica

Pedro Monteiro da Silva Junior foi denunciado por suspeita de assédio sexual e tentativa de estupro

CARLA ALBUQUERQUE

Publicado em 17 de setembro - 13:26

Os crimes de assédio e tentativa de estupro passaram a ser investigados pela Polícia Civil (PC) desde o dia 10 de setembro

Foto: Divulgação

O médico veterinário Pedro Monteiro da Silva Junior, denunciado por suspeita de assédio sexual e tentativa de estupro, foi preso na manhã desta quinta-feira, 17/9. A prisão foi efetuada por policiais da Delegacia Especializada em Crimes Contra a Mulher (DECCM). O suspeito foi localizado escondido dentro de uma igreja evangélica, na zona norte de Manaus. 

Os crimes de assédio e tentativa de estupro passaram a ser investigados pela Polícia Civil (PC) desde o dia 10 de setembro, quando o médico veterinário foi denunciado por uma estagiária do Centro Veterinário chefiado por ele, no Manoa, na zona norte da cidade. 

À polícia, a jovem de 21 anos informou que trabalhava no Centro Veterinário como estagiária e o médico chegou a oferecer dinheiro em troca de favores sexuais. A partir da denúncia feita pela universitária, em uma rede social, ao menos outras seis mulheres, todas estudantes de medicina veterinária, que estagiaram na clínica, denunciaram terem sido vítimas dos mesmos crimes. 

O médico veterinário foi levado à DECCM onde estava acompanhado por dois advogados. Ele seguirá na unidade onde prestará esclarecimentos sobre os crimes.