Quinta-feira - Manaus - 27 de fevereiro de 2020 - 09:36

MANAUS-AM

Homem é preso por estuprar adolescente de 13 anos, neta da companheira dele

A avó pode ser responsabilizada pelo crime porque sabia dos abusos e não teria acreditado na adolescente

SIGRID AVELINO

Publicado em 23 de janeiro - 14:03

A prisão foi por volta de 06h30 da manhã, pela equipe da Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca)

Foto: Divulgação

Um homem de 50 anos foi preso na manhã desta quinta-feira, 23/01, por estupro de vulnerável contra uma adolescente de 13 anos, neta da companheira dele. Segundo a Polícia Civil, a menina era abusada sexualmente desde os cinco anos de idade.

A prisão foi por volta de 06h30 da manhã, pela equipe da Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca), em cumprimento de mandado de prisão preventiva. O homem foi detido na Avenida Preciosa, no Monte das Oliveiras, na zona norte de Manaus.

Segundo a delegada Joyce Coelho, titular da Depca, os abusos aconteciam nos fins de semana no barco onde o abusador trabalhava como comandante. Ele levava a companheira e a jovem para a embarcação e ao dormirem praticava os abusos.

"A adolescente relatou primeiro para a mãe, a mãe trouxe para registrar ocorrência e nos relatou que desde os cinco anos vinha sendo abusada sexualmente pelo marido da avó a quem ela considerava como avô. Há relatos da vítima dizendo que após a separação dos pais passou a conviver mais com a família do genitor e então em qualquer oportunidade, em passeios ela relata que ele tinha um barco onde levava para passear e que nos momentos em que tinha oportunidade de ficar a sós passava a perpetuar esses abusos", descreveu a delegada.

A polícia investiga o caso desde setembro do ano passado, quando a mãe procurou a delegacia. A menina resolveu falar sobre os abusos após o nascimento dos irmãos mais novos com medo de que eles fossem vítimas também.

"Os abusos não se caracterizaram, segundo ela, apenas em atos libidinosos, mas, que chegou a ter conjunção carnal", relatou a delegada.

A vítima ainda chegou a ser ameaçada pelo infrator caso contasse alguma coisa sobre os abusos usando o artifício que a garota poderia destruir a família.

"Ele não dava dinheiro, ela relata os abusos e aqueles pedidos para que ela não revelasse o segredo, para que ela não contasse para não desestruturar a família e também a vítima teme que as pessoas não acreditem", disse a titular da Depca.

A delegada informou ainda que a jovem chegou a relatar para a avó sobre os abusos, mas que a mesma não teria acreditado na vítima.

"Primeiramente a gente busca esse afastamento, essa proteção da integridade da vítima e agora a gente vai prosseguir, vai ouvir. A avó também ainda não foi ouvida, ele será interrogado hoje. Se for comprovado realmente que ela (avó) tinha responsabilidade com a proteção dessa vítima e que foi omissa ela também será responsabilizada" informou.

A adolescente está recebendo acompanhamento psicossocial na delegacia e também  pelo Serviço Público de Acompanhamento de Vítimas de Violência Sexual.

O homem foi indiciado por estupro de vulnerável e será encaminhado ainda, hoje, à audiência de custódia no Fórum Ministro Henoch da Silva Reis, no bairro São Francisco, zona sul da capital.