Quinta-feira - Manaus - 18 de abril de 2019 - 06:56

MANAUS-AM

Grande Família, Alvorada e Sem Compromisso são inabilitadas para receber verbas

O apoio financeiro da Prefeitura de Manaus é destinado exclusivamente para as agremiações carnavalescas que atenderem todas as exigências estabelecidas em edital.

REDAÇÃO TODA HORA

Publicado em 8 de fevereiro - 16:00

As agremiações que foram inabilitadas tem cinco dias para apresentar recursos.

Foto: Divulgação

A Prefeitura de Manaus divulgou no Diário Oficial do Município (DOM), do dia 7 de fevereiro, o resultado preliminar do edital nº 001/2019 que destina apoio às escolas de samba do Carnaval de Manaus 2019. O resultado consta na edição 4534 do DOM e também pode ser consultado no portal Viva Manaus, pelo link https://vivamanaus.com/carnaval-2019-edital-de-apoio-a-escolas-de-sambaO apoio financeiro a ser transferido através da parceria para o Desfile Oficial das Escolas de Samba de Manaus é destinado exclusivamente para as agremiações carnavalescas que atenderem todas as exigências estabelecidas no edital.

Das escolas de samba mais conhecidas, a Grande Família, Sem Compromisso e Unidos do Alvorada foram inabilitadas por não cumprirem todos os pontos do edital da Prefeitura de Manaus e, caso não consigo sucesso em recurso, ficarão sem verba pública para o Carnaval deste ano. 

As agremiações inabilitadas têm o prazo de cinco dias, a contar da publicação do edital (12 de fevereiro), para apresentarem recurso na sede da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult), localizada na avenida André Araújo, 2.767, Aleixo, das 8h às 17h.

O apoio financeiro está dividido em quatro categorias: Categoria 1 – Grupo Especial, até R$ 99.582,00 por Escola de Samba, sendo o grupo composto por oito agremiações, totalizando até 796.656,00; Categoria 2 – Escolas de Samba do Grupo “A”: até R$ 60.856,00 por Escola de Samba, sendo o grupo composto por sete agremiações, totalizando até 425.992,00; Categoria 3 – Escolas de Samba do Grupo “B”: até R$ 38.727,00 por Escola de Samba, sendo o grupo composto por seis agremiações, totalizando até 232.362,00; Categoria 4 – Escolas de Samba do Grupo “C”: até R$ 16.597,00 por Escola de Samba, sendo o grupo composto por seis agremiações, totalizando até 99.582,00.