Quinta-feira - Manaus - 27 de fevereiro de 2020 - 09:05

ESPORTES

Federer passa sufoco, vira de forma espetacular após 4 horas e vai às oitavas na Austrália

John Millman, algoz do suíço no US Open de 2018, volta a causar dificuldades, abre 8-4 no tie-break decisivo, mas vê o atual número 3 do mundo se superar e vencer

REDAÇÃO TODA HORA

Publicado em 24 de janeiro - 11:24

Federer tenta encerrar o jejum e voltar a vencer um título de Grand Slam, na Austrália 

ATP

Roger Federer está nas oitavas de final no Aberto da Austrália. Mas, foi com doses de drama e muita superação por parte do tenista de 38 anos. O suíço reencontrou o tenista local John Millman (47º do ranking), que o eliminou no US Open de 2018, e voltou a ter muitas dificuldades, mas acabou conseguindo uma vitória no sufoco, com direito a virada no tie-break da última parcial para fazer 3 sets a 2, parciais de 4/6, 7/6 (2), 6/4, 4/6 e 7/6 (10-8), em longas 4h03 de confronto.

A vitória foi a de número 100 na carreira de Roger Federer atuando no Aberto da Austrália, onde já conquistou seis títulos. Na próxima fase, o suíço terá mais um duro desafio pela frente, quando encara o húngaro Marton Fucsovics (67º do ranking), que chega embalado após eliminar os jovens Denis Shapovalov, Yannick Sinner e Tommy Paul.

Uma das cenas que mais chamou a atenção de quem acompanhava a transmissão da partida foi da esposa de Federer na arquibancada. Mirka sofreu, por muitos momentos foi vista com as mãos no rosto, vibrou e, no fim, respirou aliviada. Vale lembrar que a suíça é ex-tenista e está sempre acompanhando a carreira do marido.

Em Melbourne, Federer tenta encerrar o jejum e voltar a vencer um título de Grand Slam, algo que passou perto em 2019, quando foi vice em Wimbledon. Uma conquista em torneios deste nível também ajudaria a manter o suíço como o maior recordista, com 20 títulos atualmente, à frente de Rafael Nadal (19) e Novak Djokovic (16).