Sábado - Manaus - 22 de fevereiro de 2020 - 02:17

MUNDO

Evo Morales vai a Cuba para tratamento de saúde

Morales, de 60 anos, vive na Argentina como refugiado político, após um breve asilo no México.

REDAÇÃO TODA HORA

Publicado em 10 de fevereiro - 15:00

Morales governou a Bolívia por quase 14 anos e obteve uma polêmica vitória para um quarto mandato na eleição presidencial de 20 de outubro

Foto: AFP

O ex-presidente da Bolívia Evo Morales deixou Buenos Aires e viajou para Cuba, na madrugada desta segunda-feira, 10/2, anunciou a imprensa local.

Em entrevista à Rádio Continental, o presidente Alberto Fernández explicou que a viagem foi informada às autoridades argentinas.

"Me parece que estava com um tratamento (médico) e tinha que viajar. Falou comigo há uns dias. Como refugiado, não está impedido de ir a Cuba. Tem direitos e pode exercê-los", disse Fernández à rádio nesta segunda-feira.

Morales, de 60 anos, vive na Argentina como refugiado político, após um breve asilo no México. A mudança de endereço aconteceu após sua renúncia à Presidência da Bolívia em 10 de novembro, em meio a uma convulsão social no país.

Na Argentina, permanecem refugiados os filhos do ex-presidente.

Morales governou a Bolívia por quase 14 anos e obteve uma polêmica vitória para um quarto mandato na eleição presidencial de 20 de outubro. Uma auditoria da OEA encontrou irregularidades que levaram à sua renúncia.

A Bolívia terá novas eleições em 3 de maio. Morales está impedido de se candidatar à Presidência, mas manifestou sua intenção de ganhar uma cadeira como legislador e instruiu seu advogado para que seu nome seja inscrito como candidato.