Domingo - Manaus - 22 de setembro de 2019 - 20:59

MANAUS-AM
MANAUS

Enredo de 30 anos é o carro-chefe da Aparecida em 2018

Escola do bairro Nossa Senhora de Aparecida, Zona Sul da cidade, pretende levar uma releitura de um enredo de 1988 para a avenida

REDAÇÃO TODA HORA

Publicado em 29 de janeiro

O intérprete oficial da escola é o Wilsinho de Cima, e o presidente da escola é Saulo Borges

Foto: Amigos do Carnaval de Manaus/ Facebook

A Mocidade Independente de Aparecida traz como enredo para carnaval de 2018 o tema “Os Maués - Origem divina, destino humano trinta anos depois”, uma reedição do enredo de 1988 que na época trazia uma crítica social sobre a tradição indígena e esse ano traz uma roupagem nova em todos os elementos.

Os autores do enredo são Cid, Marinho Poeta e Mário Toledo. O intérprete oficial da escola é o Wilsinho de Cima, e o presidente da escola é Saulo Borges.

O carnavalesco da escola, Fabiano Fayal, conta que traz uma homenagem ao enredo de 1988. “Esse ano ele traz alguns elementos históricos daquela época, que não podem faltar e vão fazer as pessoas remeterem ao passado e ver que as coisas vão acontecer como em 88, sem perder o brilho e a elegância da Aparecida” conta.

Trabalhos no barracão já se encaminham para o fim

Foto: Nickson Maciel

O barracão da escola, na Avenida do Samba, está com os trabalhos a todo o vapor. Fayal conta que o ritmo é intenso já há mais de 2 meses e, agora, toda a operação já se encaminha para a finalização. A escola é a terceira a entrar na avenida, por volta das 22h40, no próximo dia 10 de fevereiro.

A Mocidade de Aparecida pretende entrar com 24 alas, 3.200 componentes, cinco carros alegóricos e cinco casais de mestre-sala e porta-bandeira. “Vamos ter alas coreografadas, alas de casais de mestre-sala e porta-bandeira mirim, e várias celebridades que desfilaram em 1988, que estão sendo homenageadas nesse enredo”. finaliza.

TH VIDEO

FONTE: Reportagem: Nickson Maciel