Quarta-feira - Manaus - 14 de novembro de 2018 - 14:09

BRASIL

Com medo, imigrantes deixam RR e retornam à Venezuela

Governo da Venezuela freta ônibus para levar cidadãos de volta

REDAÇÃO TODA HORA

Publicado em 9 de setembro - 06:47

Venezuelanos que embarcaram reconhecem que há um clima de tensão 

Foto: AFP

Cerca de 100 venezuelanos pegaram um ônibus para voltarem ao país de origem neste sábado (8), em Boa Vista (RR). O clima de tensão tem assustado os imigrantes. Há dois dias, um brasileiro e um venezuelano foram assassinados durante uma briga na região de um abrigo para refugiados.

Como apurado pelo 'G1', o embarque aconteceu no início da manhã e foi acompanhado por representantes do Consulado da Venezuela em Roraima. Eles garantiram que os imigrantes que entraram nos ônibus fretados pelo governo da Venezuela foram repatriados "por livre e espontânea vontade".

Questionados pelo site, tanto os venezuelanos que embarcaram quanto os que preferiram ficar em terras brasileiras reconhecem que há um clima de tensão desde as mortes do brasileiro e do venezuelano e que temem novos conflitos.

"A situação está muito crítica. Estamos correndo perigo, não dormimos bem, temos que ficar correndo para nos proteger", disse Lenin Tamaronis, de 18 anos, que decidiu voltar para a Venezuela com a mulher e o filho de 1 ano. "Estávamos vivendo na rua acerca de um mês", contou.

"Quero ir por causa do perigo que há aqui. Não quero que nada se passe comigo, tenho quatro filhos na Venezuela, e por isso quero ir, por eles. Aqui está muito tenso. Houve tiros aqui ontem à noite e já quiserem queimar o refúgio do outro lado. Sei que isso é culpa de alguns venezuelanos, mas nem todos temos culpa", relatou Noheliny Suarez, de 26.