Terça-feira - Manaus - 18 de junho de 2019 - 23:17

MANAUS-AM

Cidades do interior já elevam assoalho de escolas em virtude da enchente

Em Manaquiri, situação de emergência foi decretada no final do mês passado

REDAÇÃO TODA HORA

Publicado em 6 de junho - 08:01

Mais de 1.800 casas e nove mil pessoas já estão sofrendo com os efeitos da enchente

Fotos: Ascos

Em situação de emergência desde o dia 28 de maio, o município de Manaquiri começou o atendimento de emergência nos locais mais afetados pela subida do nível do Rio Solimões.  De acordo com o prefeito Jair Souto, mais de 1.800 casas e nove mil pessoas já estão sofrendo com os efeitos da enchente, o que o motivou a assinar o decreto.

As equipes do SOS Ribeirinho Manaquiri iniciaram a distribuição de madeiras nas escolas Rui Barbosa, da comunidade Ressaca do Pesqueiro, Virgílio Alexandre, na Ilha do Barroso, Felizarda de Menezes, na Costa do Barroso, Escola São José, no Paraná do Manaquiri, e Escola Aliança, na comunidade do Tilheiro.

Segundo a equipe de Defesa Civil, a madeira servirá para que as pessoas possam elevar o assoalho dos prédios, evitando que as crianças e trabalhadores das escolas pisem na água, que já começou a invadir algumas localidades.

Nos próximos dias serão entregues kits de madeiras nas comunidades: Resseca de Pesqueiro, Ilha do Barroso, Costa do Barroso, Paraná do Manaquiri, Costa do Aruanã, Jutaí, Ajará, Araçatuba e Miraua.

O município de Manaquiri fica a 60 quilômetros de Manaus, em linha reta