Domingo - Manaus - 31 de mai de 2020 - 09:17

MANAUS-AM

Bando que fornecia drogas para bocas de fumo no bairro Flores é preso

A autoridade policial explicou que as investigações em torno do caso tiveram início há aproximadamente seis meses

REDAÇÃO TODA HORA

Publicado em 7 de abril

As prisões aconteceram no bairro Cidade de Deus

Foto: Divulgação/PC-AM

A Polícia Civil do Amazonas, por meio da equipe de investigação do 12º Distrito Integrado de Polícia (DIP), sob o comando do delegado Henrique Brasil, titular da unidade policial, deflagrou na manhã de sexta-feira (6/4), ação policial que resultou nas prisões, em flagrante, de Andresso Ramos de Carvalho, 23, o “Bigão”; Arlisson Ferreira Chagas, 18; Denilson Figueiredo da Silva, 40; Jackson Gomes de Moura, 20, e Rodrigo dos Santos Vieira, 24, por tráfico de drogas e associação para o tráfico de drogas. As prisões ocorreram volta das 11h, na rua Corá, bairro Cidade de Deus, zona norte da capital.

A autoridade policial explicou que as investigações em torno do caso tiveram início há aproximadamente seis meses, após a equipe de investigação do 12º DIP prender, no bairro Flores, zona centro-sul de Manaus, cinco homens envolvidos com o tráfico de drogas. Os infratores apontaram Andresso como o fornecedor das drogas.

Segundo o delegado, os policiais civis receberam, ainda, delações feitas ao número: (92) 99962-4480, o disque-denúncia da unidade policial, afirmando que “Bigão” morava no bairro Cidade de Deus, mas fornecia as substâncias ilícitas para bocas de fumo no bairro Flores.  

"No momento em que chegamos ao endereço indicado avistamos Andresso entregando uma sacola para um homem, ainda não identificado, que estava em uma motocicleta e rapidamente deixou o lugar. No momento em que abordamos “Bigão” achamos com ele 11 porções grandes de oxi. Durante revista na casa dele encontramos Arlisson, Denilson, Jackson e Rodrigo embalando substâncias entorpecentes. Ao todo, apreendemos 280 trouxinhas de cocaína e oxi em sacos personalizados, dois pratos contendo cocaína, uma porção grande de haxixe, dois mil pinos para armazenar droga, duas balanças de precisão e uma moldura de prensa”,relatou Brasil.

Reincidentes

O delegado informou que, durante consulta ao Sistema Integrado de Segurança Pública (Sisp), foi verificado que Denilson era considerado foragido do sistema prisional, onde cumpria pena por tráfico de drogas. Rodrigo, que cumpriu pena por tráfico de drogas, estava em liberdade provisória desde sexta-feira (6/4) e faz uso de tornozeleira eletrônica. Já “Bigão” tem passagem pela polícia por tráfico de drogas. 

Flagrante

Andresso, Arlisson, Denilson, Jackson e Rodrigo foram foram autuados em flagrante por tráfico de drogas e associação para o tráfico. Ao término dos procedimentos cabíveis na unidade policial, o bando será levado para Audiência de Custódia no Fórum Ministro Henoch da Silva Reis, bairro São Francisco, zona sul da cidade. Após a Audiência de Custódia, Denilson será reconduzido à unidade prisional na capital.